Os Clássicos da BD 24: Pateta

class24E hoje termino de falar da série os Clássicos da Banda Desenhada. Como já tinha dito esta coleção de 25 números tem 4 da Disney e são esses de que tenho falado aqui no blogue.

Tinha-vos dito que os outros 3 (Pato Donald, Mickey e Tio Patinhas) eram imperdíveis.

E o do Pateta? Que tal será? O Pateta é talvez um dos quatro personagens mais famosos mas se os leitores às vezes falam muito de uma história do Tio Patinhas ou do Mickey ou do Pato Donald raramente se fala muito de uma história só do Pateta…

Como personagem ao lado do Mickey já é mais fácil. Basta lembrar da Casa dos Fantasmas do volume do Mickey desta série.

Mas ainda há pouco falei aqui de Pateta Olímpico por exemplo.

Mas vamos ver o que este volume traz. As páginas iniciais seguem o formato dos números anteriores. As histórias são de 1960 a 1998 e são todas italianas (parece a Goody).

BOAS HISTÓRIAS
condor– Pateta e o Condor do Illampu (I TL  249-B): é uma história do Pateta como se pode ler no título português e italiano. Mas tem o Mickey e o Bafo-de-Onça ainda com a sua perna-de-pau. É uma oportunidade para ler uma história desenhada pelo mestre Disney Giovan Battista Carpi. Atenção que a imagem ao lado de uma capa italiana não é dele mas sim do Giuseppe Perego. É uma história de aventuras passada na América do Sul. Lê-se bem mas não entra para a História. Ou entra se quisermos saber que foi a última vez que Carpi desenhou o Bafo com a perna-de-pau. Mas Carpi faz muito melhor!!!

– Pateta e a Cartola Mágica (I TL 887-A): Mais uma história desenhada por um mestre Disney, desta vez é Luciano Bottaro. Acho que já disse no blogue que não gosto das histórias que juntam o Pateta e a Bruxa Vanda que a Goody tem publicado. Acho-as chatas. E quem inventou essa duplinha foram precisamente o Carlo Chendi e o Bottaro, os autores desta BD. Estava preparado para o pior. Ainda pensei que talvez tivessem escolhido a primeira história do Pateta com a Vanda. Mas não, quando esta saiu já eles tinham inventado a duplinha há algum tempo. Mas lá a li e achei-a muito mais divertida que as outras que tinha lido. Uma surpresa!

  • Mickey e o “Pateta-Lobo” (I TL 1102-B): Romano Scarpa no argumento e desenho traz uma boa história que também entra para a História porque é a primeira aparição do Professor Intrigatão aqui ainda chamado de Plottigato (personagem com quem não simpatizo). É a minha preferida deste livro!

superpateta– Superpateta e o Último Amendoim (I TL 2234-1): E o que seria de um volume dedicado ao Pateta sem a sua versão de super-herói? E esta até é importante porque é o início da produção consistente de histórias italianas do Superpateta. Antes tinham produzido muito poucas. Na história diz-se que há muitos anos que o Superpateta não aparece e parte dessa razão é que se acabaram os superamendoins menos um. É uma história que traz o regresso deste herói aos leitores italianos e que no final dá-lhe amendoins à fartazana. Esse ciclo de histórias periódicas do Superpateta acabou em 2010, 12 anos depois desta história.

MÉDIO – (é menos não travessão)
– Pateta e o Clube dos Audazes (I TL  474-C): é uma história menor. Não faz sentido ter sido selecionada. Tem novamente o Mickey como apoio. Ainda não se conhece quem foi o argumentista desta.

Resumindo, então:

O BOM
– 4 histórias boas
– tem Carpi, Bottaro e Scarpa
– Dimensões ligeiramente maiores que as revistas habituais da Disney portuguesas
– Bons textos introdutórios

O MAU
– nada a assinalar: tem uma história menos interessante mas não é horrível
– comparado com os outros 3 livros desta série, é o menos interessante

VEREDITO FINAL
Comprar
Mas atenção que este livro não está no mesmo nível dos outros 3 da série. Não tem nenhuma daquelas histórias obrigatórias. Mesmo assim vale a pena.
Procurem em alfarrabistas e feiras. Sempre que alguém a vir à venda comente aí. Vamos todos ajudar!

Para os amigos brasileiros que quiserem comentar as histórias individuais:
– parece que são todas inéditas no Brasil.

Capas rapinadas daqui, daqui e daqui.

Anúncios

One thought on “Os Clássicos da BD 24: Pateta

  1. Adivinhem lá um bom sítio para requisitar essa publicação d’OS CLÁSSICOS DA BD (para quem não tem seguido os comentários no COLEÇÃO DISNEY, vão ler 1 comentário que eu pus no 1º OS CLÁSSICOS DA BD falado neste blogue)! >;D
    Quanto a’OS CLÁSSICOS DA BD Nº 24: PATETA, concordo contigo, Paulo: gostei, mas das 4 publicações dessa colecção do CORREIO DA MANHÃ é a menos interessante. Aliás, pergunto-me se as histórias de bd DISNEY do Pateta foram bem escolhidas, apesar de nenhuma ser má – aposto que há melhores histórias do Pateta, e até não italianas (OS CLÁSSICOS DA BD Nº 24: PATETA é a única publicação da colecção só com histórias italianas). :\
    Eu achei 2 erros nessa publicação de bd DISNEY:
    – 1º erro (da produção de bd DISNEY italiana), achei os condores de PATETA E O CONDOR DE ILLAMPU mal-desenhados (assim como o tal capa em cima), pois, como melhor exemplo, falta as cristas que os condores têm em cima do bico;
    – 2º erro (também da produção de bd DISNEY italiana), em PATETA E O CLUBE DOS AUDAZES, numa vinheta algures da histórias, 2 personagens vilanescas (1 delas o principal enredo da trama) trocam de fisionomia;
    – 3º erro (do CORREIO DA MANHÃ [ou, caso não seja desse jornal, de quem traduziu a história para português de Portugal]), em MICKEY E O PATETA-LOBO o Brutus e o Prof. Intrigatão (eu até gosto da personagem) são chamados de Amadeu (que é o pai adoptivo do Brutus) e de Plottigato! 😛

    Gostar

Comenta aí...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s