Disney Especial 9: Verão (2014)

deveraoNo inducks e nalguns sites o Disney Especial da Goody aparece numerado mas não é.

Não ia colocar número 9 no título deste post mas como o título da revista é exatamente igual à que saiu no verão em 2013 preferi. E não contente ainda coloquei o 2014 para não deixar dúvidas.

A Disney Especial tem um tema, sendo inspirada nas antigas revistas com esse título. Têm existido edições especialmente boas e outras especialmente más. Acho que se deviam esforçar mais numa revista a que dão o nome de especial…

E esta? É especialmente boa ou má? Vamos lá ver…

As histórias são de 1988 a 2006. Não há nenhuma história especialmente boa nem nenhuma história especialmente má. São medianas, embora a maioria seja abaixo da média.

Medianas:
– Mickey e o enigma parisiense (I TL 2103-1): com bons momentos que infelizmente não são sempre mantidos. A piada final deixa um sabor amargo na boca.
– Mickey e o hotel submarino (I TL 2330-6): custa a arrancar mas depois temos um confronto Mickey vs. Bafo-de-Onça à maneira. Pena a explicação de como o Mickey escapou no final!

Abaixo da média:
– Donald, Peninha e as férias relaxantes (I TL 2176-1): torna-se um pouco cansativa/repetitiva a meio. E é pena porque podia estar no grupo anterior…
– Mickey e as férias movimentadas (I TL 1708-B): o início e o fim da história não estão no mesmo nível do meio
– Filomeno e Brigite e a mala de negócios (I TL 2642-2): já disse que não gosto muito deste duo. Mas gosto mais desta história que da maioria. Será por também entrar o Tio Patinhas e o Patacôncio??? E quem reparou que não acertaram com o texto dentro de um balão?
– Peninha e o serviço ao domicílio (I TL 2546-5): quando surge o Peninha parece que vai ter pernas para andar mas nem por isso…
– Donald e as “férias Peninha” (I TL 2283-5): por pouco quase chegava ao nível mediano. Mas se Patópolis não era novo para os turistas patopolenses, a história também nada de novo nos deu.
– Tio Patinhas e o oásis exclusivo (I TL 2441-2): a segunda e última história em que entra o extravagante  Duplo G, o agente duplo criado por Fabio Michelini que trabalha para o Tio Patinhas e o Patacôncio (a Goody não publicou a primeira onde ele aparece). Mais uma história que poderia ser mediana mas demora bastante a chegar a algum lado para rapidamente ser finalizada.
– Bafo-de-Onça e as férias inteligentes (I TL 2584-6): Gostei mais desta que a maioria das histórias do Bafo que a Goody tem publicado, mas mesmo assim… Custa-me muito acreditar graficamente que este  é o Fuinha. E a vocês?
– Donald, Peninha e os faz-tudo do cruzeiro (I TL 2542-7): a piada final estragou mais uma vez um bocado a coisa toda… Foi como se acabassem as ideias depois de ter que explicar tudo o que aconteceu durante várias páginas…
– Donald e Peninha – Hotel Patolux (I TL 2378-4): ou foi por ser a última depois de toedas essas histórias e ter logo percebido que não ia melhorar ou foi mesmo da história: não me apetecia ler até ao fim e fi-lo com custo. Por poder ser o cansaço de todas as outras não a coloquei nas más para evitar possíveis injustiças.

O BOM
– nada
– mas infelizmente começa a não ser mau de todo ter 2 histórias medianas e outras abaixo da média, sem serem horríveis

O MAU
– ausência de boas histórias e autores consagrados (é especial porquê? porque deu trabalho compilar histórias de um mesmo tema? 😛 E o trabalho foi assim tanto? Muitas delas foram retiradas da italiana Disney Time 57: Estatissima como já tinha acontecido na revista Verão do ano passado)
– mas por muito que se esteja a ser mal habituado com as edições da Goody, não pode ser um bom sinal os leitores dizerem “ei, esta não é horrível, do mal o menos”. Merecemos melhor!

VEREDITO FINAL
Depende
Quem apenas se interessa por ter boas revistas que poupe o dinheirito. Com tanta revista Disney este mês nas bancas TEM de haver melhor!
Os que já estão tão desanimados que compram tudo o que não é muito mau… esta não é boa mas não é má!

Amigos brasileiros que queiram comentar histórias individuais fiquem a saber que a I TL 2542-7 saiu no Tio Patinhas 512 mas acho que as outras são inéditas no Brasil (e não estão a perder nada).

Capa rapinada daqui.

Anúncios

Comenta aí...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s